Seja bem-vindo(a)!
Este é um blog sobre Tecnologia, Filosofia, Educação e Curiosidades.

O preparo na atividade profissional

Em tempos remotos um bom profissional era aquela pessoa que possuía a maior quantidade de conhecimento sobre um determinado assunto. Atualmente apenas deter o conhecimento já não é suficiente para garantir o sucesso profissional. Além da técnica, é muito importante que o profissional possua uma capacidade aguçada de perceber o meio no qual esta atuando. Esta exigência surge junto com o desenvolvimento tecnológico e as tendências sociais no processo comercial, principalmente motivadas pelo desemprego que até certo ponto é gerado pelo avanço tecnológico.

No Brasil, assim como em outras partes do mundo, é crescente o numero de profissionais autônomos, estes não sendo comandados por um chefe, dependem diretamente da sua capacidade perceptiva para atingir o sucesso profissional.

A questão principal está em como preparar o profissional melhorando além do conhecimento técnico a capacidade perceptiva do aluno.


Particularmente acredito que uma técnica eficiente para melhorar a percepção seria abordar de forma clara o funcionamento do raciocínio e a tomada de decisões, deixando evidente a logística do pensamento e dos agentes motivadores.

Atualmente o bom profissional é aquele que possui grande conhecimento técnico associado a uma aguçada capacidade perceptiva.

Para melhorar a capacidade perceptiva é importante que a pessoa consiga adquirir uma autocrítica e possa compreender o funcionamento real do processo social e o papel que a mesma desenvolve na atividade profissional.

O ato de perceber somado ao conhecimento técnico possibilita, a tomada de decisão coerente e fundamentada, garantindo uma sólida postura profissional e o rumo ao sucesso.

Uma das maneiras de melhorar a percepção consiste em buscar sempre os padrões no objeto ou evento estudado em relação às categorias existentes.


Esta prática em aula favorece o aperfeiçoamento do raciocínio investigativo e melhora a percepção dos alunos.

A falta de uma percepção mais apurada leva o aluno ao chamado comportamento assimilado, neste tipo de interação o aluno ou profissional consegue executar com precisão a tarefa solicitada, mas não compreende o funcionamento do objeto manuseado, ficando muitas vezes inseguro na hora de tomar uma decisão ou posicionamento.

Observe que o comportamento assimilado leva algumas pessoas a formação de opiniões contraditórias em relação aos outros e a si mesmo.

É importante salientar que uma boa percepção só é eficiente se acompanhada de disciplina, cautela e muita paciência.

Por este motivo, pessoas ansiosas tendem a possuir uma baixa percepção, já que normalmente pela ansiedade não conseguem controlar seus impulsos nem a razão.

Faça um teste, tente participar de um regime ou parar de fumar, por exemplo. É possível observar que a maioria das pessoas serão dominadas pela ansiedade e não terão disciplina suficiente para atingir seu objetivo.

Nestes casos a percepção é completamente afetada pela ansiedade e mesmo o individuo percebendo que não existe beneficio na gula ou no vício fica impossibilitado de exercer a conduta correta e coerente para uma melhor qualidade de vida.


Na parte técnica este mesmo problema leva o profissional ao erro de diagnóstico e conseqüentemente a falha profissional e a frustração.

Somos pressionados diariamente em diversos momentos do dia, no transito, na universidade, no trabalho e nas questões financeiras.

É sempre aconselhável ao profissional procurar aperfeiçoar sua capacidade perceptiva através da pratica de atividades que favoreçam a calma, disciplina, cautela e paciência.

É muito importante diminuir a ansiedade, agitação e o stress.

Somente os mais equilibrados adquirem maior percepção e melhores oportunidades de sucesso, quanto maior a percepção mais competente se torna o profissional.

E você, está pronto para o sucesso profissional?




A melhor maneira de acompanhar este blog é cadastrando seu e-mail aqui.